08/10/2019 - G1 relata primeira morte confirmada por Dengue em Luz. Início do período chuvoso preocupa Secretaria de Saúde

Por G1 Centro-Oeste de Minas -link: https://g1.globo.com/mg/centro-oeste/noticia/2019/10/07/mais-tres-mortes-por-dengue-sao-confirmadas-em-cidades-do-centro-oeste-de-minas-gerais.ghtml 

Mais três mortes por dengue foram confirmadas em cidades do Centro-Oeste de Minas pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) nesta segunda-feira (7). Conforme o boletim epidemiológico, Divinópolis registrou a terceira morte pela doença, já Luz e Pará de Minas tiveram o primeiro óbito registrado.

O G1 entrou em contato com as prefeituras de Divinópolis solicitando mais informações sobre as vítimas deste último informe e aguarda retorno.

O secretário de Saúde de Pará de Minas, Wagner Majeste Silveira, conversou com a reportagem e disse que não havia recebido a informação da morte até a tarde desta segunda. Ele relatou que irá apurar o óbito e responderá a solicitação posteriormente.

Segundo a Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Luz, a Secretaria de Saúde informou que a data da notificação da doença foi realizada no dia 10 de abril. Segundo a secretaria, o paciente era um idoso de 72 anos que morreu no dia 14 de abril e tinha dado entrada no hospital no dia 13.

Outras mortes na região
No boletim divulgado no dia 9 de setembro, outras quatro mortes pela doença foram confirmadas na Superintendência Regional de Saúde (SRS), com sede em Divinópolis. A reportagem também entrou em contato com as prefeituras para saber mais informações sobre as vítimas, mas não obteve resposta de todas.

Agora, a região conta com 15 mortes por dengue registradas em cidades da região este ano. São elas: Arcos (duas), Carmo do Cajuru (uma), Divinópolis (três), Lagoa da Prata (duas), Luz (uma), Martinho Campos (duas), Nova Serrana (uma), Pará de Minas (uma), Pitangui (uma) e São Gonçalo do Pará (duas).

Em Nova Serrana, a Prefeitura informou que a morte por dengue foi de uma paciente do sexo feminino, de 27 anos. O óbito foi constatado em 20 de abril.

A primeira morte registrada em Divinópolis foi de uma menina de 11 anos. Ela era portadora de paralisia cerebral, gastrostomia e Doença Pulmonar Crônica Obstrutiva (DPOC). A vítima deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) no dia 18 de maio deste ano e evoluiu para óbito no dia 21 do mesmo mês. O caso foi encaminhado para investigação da SES-MG. O Executivo recebeu um memorando de resposta com a confirmação da morte por dengue no dia 19 de agosto.

Já a segunda morte em Divinópolis foi de uma idosa de 81 anos, conforme informado pela assessoria de comunicação do Executivo. Ela deu entrada no Complexo de Saúde São João de Deus (CSSJD) no dia 17 de maio deste ano. Ela veio a óbito no dia 26 do mesmo mês.

Mortes no estado

Até esta segunda-feira (7), Minas Gerais registrou 481.294 casos prováveis (casos confirmados + suspeitos) de dengue, e 144 óbitos em 45 municípios; e 110 óbitos permanecem em investigação para a doença. Dos 144 óbitos confirmados, 86 (59,72%) eram do sexo feminino e 58 (40,28%) do sexo masculino.

O estado está em situação de alerta para esse aumento no número de casos das doenças transmitidas pelo Aedes (dengue, chikungunya e zika).

Casos
Pará de Minas teve 19 casos de dengue descartados no levantamento desta segunda em comparação ao boletim divulgado no dia 1° de outubro. A cidade agora tem 2.721 casos prováveis da doença registrados este ano.

Nova Serrana segue como o município da região com mais casos prováveis da doença em 2019: 4.486, dois a menos que o último informe. Divinópolis aparece logo após com 4.100 casos e Arcos manteve a terceira posição na região e também o número de casos: 3.516 registros da doença este ano.

São 37 cidades da região com a taxa de incidência muito alta da doença, que considera não apenas o número absoluto de casos prováveis (entre suspeitos e sob investigação), mas também a proporcionalidade dos casos em relação ao tamanho da população de um determinado município.

Casos prováveis de dengue na região - Incidência Muita Alta

Cidade/Número de casos
Araújos 138
Arcos 3.516
Bambuí 571
Campo Belo 419
Candeias 231
Carmo do Cajuru 291
Carmópolis de Minas 408
Conceição do Pará 91
Cristais 669
Divinópolis 4.100
Estrela do Indaiá 81
Formiga 1.285
Igaratinga 187
Iguatama 209
Itaguara 309
Itapecerica 144
Itatiaiuçu 633
Itaúna 735
Japaraíba 113
Lagoa da Prata 1.309
Leandro Ferreira 68
Luz 571
Martinho Campos 835
Nova Serrana 4.486
Onça do Pitangui 41
Pains 134
Pará de Minas 2.721
Pedra do Indaiá 21
Perdigão 376
Pimenta 288
Piracema 80
Pitangui 429
Santo Antônio do Amparo 105
Santo Antônio do Monte 200
São Gonçalo do Pará 487
São José da Varginha 59
São Sebastião do Oeste 54
Fonte: SES-MG


Chikungunya:


Os dois casos suspeitos de Chikungunya foram descartados no informe desta segunda. Já Oliveira aparece com um caso suspeito da doença.

Foram registrados 2.748 casos prováveis de Chikungunya  em 2019, deste total, 58 gestantes, sendo dez com confirmação laboratorial até o momento. Uma morte foi confirmada até o momento por Chikungunya em Patos de Minas e um óbito está em investigação.

Casos prováveis de Chikungunya na região

Cidade/Número de casos
Aguanil 1
Araújos 2
Arcos 1
Bambuí 1
Bom Despacho 2
Campo Belo 5
Candeias 2
Carmo do Cajuru 2
Carmópolis de Minas 1
Córrego Fundo 1
Divinópolis 2
Dores do Indaiá 2
Iguatama 6
Itaguara 2
Itatiaiuçu 6
Itaúna 3
Japaraíba 1
Lagoa da Prata 2
Luz 1
Martinho Campos 1
Nova Serrana 13
Oliveira 1
Pains 1
Pará de Minas 12
Perdigão 4
Pitangui 2
Santo Antônio do Monte 1
São José da Varginha 1
Fonte: SES-MG


Zika:


Um caso provável de zika em Itaúna foi descartado nesta semana. Foram registrados 758 casos prováveis de zika em 2019, sendo 179 em gestantes.

Os casos prováveis da doença em gestantes foram registrados em 55 municípios, entre eles: Uberaba (20), Belo Horizonte (18), Ribeirão das Neves (15), Contagem (13); São Francisco (12), Montes Claros (10), Martinho Campos (sete), Araguari e Janaúba (seis cada) e Passos (quatro). Os demais 45 municípios registraram 68 casos.

Casos prováveis de zika na região:

Cidade/Número de casos
Araújos 2
Campo Belo 2
Cláudio 1
Itatiaiuçu 1
Itaúna 1
Leandro Ferreira 1
Luz 1
Martinho Campos 7
Nova Serrana 5
Pará de Minas 6
Perdigão 1
Santo Antônio do Monte 2
Fonte: SES-MG

PREVISÃO DO TEMPO
NOTA FISCAL ELETRÔNICA
SERVIÇOS ONLINE
REDES SOCIAIS
RECEBA NOVIDADES DA PREFEITURA
Insira seus dados abaixo para receber informativos sobre o que acontece em nossa Gestão:
Prefeitura Municipal de Luz
Av. Laerton Paulinelli, 153
Monsenhor Parreiras - 35595-000 - Luz/MG
Todo material publicado neste website poderá ser distribuído
gratuitamente perante notificação prévia no e-mail:
comunicacao@luz.mg.gov.br
Administração 2017-2020
Desenvolvimento: iSoluçõesWEB