06/02/2019 - Comitiva, do Executivo e Legislativo luzense, é recebida pela COPASA em Belo Horizonte

Por: João Henrique Cançado Rodrigues - MTB 19968/MG

ASSCOM/PMLuz

Buscando mais uma vez uma solução para o problema do abastecimento de água em Luz, que já se arrasta por anos, uma comitiva, formada por membros do Executivo e do Legislativo de Luz, se reuniram com a direção da COPASA em Belo Horizonte, na última terça-feira (05/02).

Estiveram presentes o Prefeito de Luz, Aílton Duarte, o Procurador Geral do Município, Dr. Lelton Nogueira e o Assessor de Convênios, Iomar Santos; representando o Legislativo: o Presidente da Câmara, Edvaldo Vitor Alvino e o vereador, Wanderson Pinto da Silva.

A reunião aconteceu com o Gerente do Distrito Operacional de Bom Despacho, Daniel Antunes Neto e com o Diretor Financeiro e de Relações com Investidores, Frederico Lourenço Ferreira Delfino.

O assunto em pauta foi a definição do impasse que norteia o serviço de abastecimento de água em Luz, que se encontra sem contrato há quase 10 anos, ocasionando pouco ou nenhum investimento por parte da COPASA no município.

A Prefeitura e a Câmara afirmaram o interesse em assumir o serviço e negociar, dentro das suas condições financeiras, o pagamento dos ativos da estatal.

Os ativos da empresa em Luz, em valores atualizados, estão em torno de R$ 3,9 milhões. Somente em 2017, a COPASA arrecadou o valor bruto de R$ 3,85 milhões, com o serviço de abastecimento de água na cidade.

A COPASA por outro lado também se dispôs, em caso de renovação de contrato, fazer os investimentos necessários na área de abastecimento, mas para isso demonstrou interesse em assumir também o serviço de esgoto.

A intenção da COPASA não foi recebida com bons olhos pelo poder público luzense, uma vez que os valores praticados pela empresa, no que se refere à taxa do tratamento de esgoto, são considerados elevados, variando de 90 a 100% do valor cobrado pela água, inclusive existindo estudos para que esse valor possa chegar a 110% em alguns casos. O SAAE-Luz recebe, atualmente, 40% do valor da conta de água e enfrenta um alto índice de inadimplência, pois não possui o poder de corte do serviço, o que poderia acontecer, caso a COPASA assuma o serviço de esgoto.

Por outro lado, o SAAE vem resolvendo esse problema de inadimplência, com cobranças judiciais, que vem surtindo um efeito muito positivo, diminuindo os índices de inadimplência com a autarquia municipal.

Segundo o Prefeito Ailton Duarte:

“O município tem plenas condições de assumir o serviço, mas para isso a COPASA precisa flexibilizar a forma de pagamento de seus ativos, para não comprometer o nosso orçamento. Planejar com responsabilidade, como fazemos desde 2013, é a chave para que tenhamos um fim satisfatório para todas as partes ”.

Segundo o Prefeito, uma nova proposta será formulada em parceria com a Câmara, dentro do que foi discutido na reunião e, posteriormente enviada à empresa.

De concreto na reunião, ficou o compromisso da COPASA, em realizar a infraestrutura do sistema hidráulico do loteamento novo, localizado atrás do Centro Administrativo Municipal, com a abertura da r. Formiga e o prolongamento da rua Iguatama.

PREVISÃO DO TEMPO
NOTA FISCAL ELETRÔNICA
SERVIÇOS ONLINE
REDES SOCIAIS
RECEBA NOVIDADES DA PREFEITURA
Insira seus dados abaixo para receber informativos sobre o que acontece em nossa Gestão:
Prefeitura Municipal de Luz
Av. Laerton Paulinelli, 153
Monsenhor Parreiras - 35595-000 - Luz/MG
Todo material publicado neste website poderá ser distribuído
gratuitamente perante notificação prévia no e-mail:
comunicacao@luz.mg.gov.br
Administração 2017-2020
Desenvolvimento: iSoluçõesWEB